quarta-feira, 13 de janeiro de 2010



Quaestio

.
.
Que relação poderá ter este desenho com a Filosofia? Justifica.

17 comentários:

Anónimo disse...

No meu ver, este desenho tem tudo que ver com a Filosofia.
Acho que as pessoas todas que estão na imagem, e que estão a olhar para o ponto de interrogação, nos mostram, as diferentes prespectivas de ver uma situação, as várias maneiras de analisar as coisas. O ponto de interrogação, acho que significa as várias questoões que a filosofia coloca e resolve. E a imagem no seu todo significa, na minha opinião, que nenhum filósofo pensa da mesma maneira, as suas opiniões divergem na maioria dos casos e a maneira de resolver os problemas e de os analisar é completamente distinta também.
E a filosofia caracteriza-se por isto também, daí o desenho ter a ver.

Patríca Vinhais
10ºD
Mº18

Anónimo disse...

A imagem do ponto de interrogação é talvez uma das melhores maneiras de caracterizar a filosofia! A relação de esta imagem com a Filosofia é uma relação de grande importância pois a filosofia é a busca do saber, a filosofia é uma pessoa procurar o conhecimento verdadeiro. Se formos a ver a filosofia é assim, quanto mais sabemos mais queremos saber! Quando sabemos alguma coisa surgem-nos outras questões, que para lhes dar solução só podemos fazê-lo de uma maneira, que é pensando.
No fundo a filosofia são montes de questões com muitas respostas, uma pergunta tem várias respostas, e estas bem fundamentadas, para uma pergunta temos várias respostas, temos vários argumentos, cada resposta pode ser diferente, mas se tiver boa capacidade de argumentação pode ser considerada verdadeira!
Então podemos dizer que a filosofia possui uma atitude crítica!
Cindy Dos Santos Alves 10ºA nº10

Hélio disse...

Perante a mesma questão as pessoas assumem posições diferentes.

Hélio :)

Anónimo disse...

Esta imagem está profundamente ligada com a filosofia porque para um filósofo tudo o que nos rodeia é uma constante dúvida.
Aqui temos um exemplo:
Supondo que o ponto de interrogação é alguma verdade em que acreditamos e os suportes que seguram esse ponto de interrogação são as razões que nos levam a acreditar nessa verdade, se os suportes caírem, o ponto de interrogação também cai e ficamos todos a pensar se aquilo em que acreditávamos era verdade.
Rui 10ºC Nº 23

AF3 disse...

“Problematizar é perguntar acerca das razões que fazem com que aquilo que nos rodeia pareça ser de uma certa maneira, perguntar o que são realmente as coisas, por que são o que são, por que é que existem, etc.” (Alves, Arêdes, & Carvalho, 2009, p. 13)
A actividade filosófica assenta no acto de questionar o que os “comuns mortais” admitem como certo, o que aos olhos destes últimos se assemelha a algo que por vezes pode não possuir correspondência com a verdade. Verdade. A actividade filosófica é uma busca incansável e prevê-se interminável da verdade, não tomando como certa nenhuma solução, partindo de um ponto inicial, a raiz do problema, tentando responder a problemas da sua época histórica, procurando uma solução universal, tendo como único instrumento de trabalho o pensamento.
Os filósofos fazem uso de um pensamento mais correcto, abstraído de putativos influenciadores da sua acção, questionando com a sua mente numa nudez que a torne sensata para tentar encontrar as soluções para aquilo que contestam. No entanto estes possuem a consciência da dificuldade e impossibilidade de alcançar a verdade total no seu curto período de vida. À medida que progridem na sua actividade filosófica vão-se deparando com um aglomerado de dúvidas considerável que lhes dá uma visão diferente da vida e do mundo.
Abordando a ilustração deparamo-nos com algumas pessoas das quais algumas se localizam no rés-do-chão da dúvida, ou então “no rés-do-chão do pensamento”, e outras que se distribuem por diferentes níveis acima do solo, na infra-estrutura das dúvidas.
"Uma vida não examinada não merece ser vivida" Sócrates
Na minha opinião esta frase retrata a imagem, sendo os possuidores de uma vida que merece ver vivida aqueles que se encontram na tal infra-estrutura. Assim sendo, a imagem relaciona-se com a filosofia no aspecto que mostra ao que esta nos pode levar: a uma visão superior da vida e do mundo e a um permanente estado de dúvida.
Deste modo fino a minha opinião sobre esta “quaestio”.

André Ferreira 10ºD nº3

Anónimo disse...

A filosofia é feita de problemas filosóficos e os filósofos tentam resolver esses problemas através de teorias que são provadas por argumentos verídicos. Penso que esta imagem tem haver com isso pois esses bonecos devem ser filósofos a olhar para o problema de várias formas e perspectivas para tentarem resolvê-lo da melhor forma possível e depois apresentarem a sua teoria.

Filipe Martins 10ºD nº5

Pedro Adelino disse...

Esta imagem representa as duvidas que os filósofos têm acerca de tudo aquilo que os rodeia, e a sua maneira de ver as questões de todos os ângulos possíveis, pois mesmo sabendo qual a resposta mais provável. um filósofo deve querer saber o porquê dessa resposta e tentar explica-la, não se conformando apenas com aquilo que é óbvio ou com aquilo que a meioria pensa.

Anónimo disse...

Este desenho representa a construção de um ponto de interrogação.
A Filosofia é construída com base em constantes interrogações, mais especificamente a Filosofia procura a formulação correcta dos problemas filosóficos. São inúmeras as interrogações, desde a decisão de se tratar de um problema filosófico ou não, qual será a resposta a um problema, se a solução encontrada será a mais correcta, se as próprias objecções colocadas a uma teoria serão verdadeiras… A construção de “pontos de interrogação” originou a Filosofia.
No desenho, podemos ver que são pessoas que estão a construir o ponto de interrogação. Essas pessoas são os filósofos, aqueles que constroem a Filosofia. Nós, os seres humanos somos os únicos capazes de pensar, de questionar, ao contrário dos outros animais que não são capazes de o fazer. No desenho está também evidenciada a especificidade da acção humana.
No desenho ainda existem pessoas que estão fora da construção e parecem estar a observar a mesma. São pessoas que não concordam com a maneira como está a ser construído o ponto de interrogação e estão a discutir as razões pelas quais não concordam com isso. Essas pessoas são outros filósofos que encontraram “defeitos” na argumentação utilizada numa determinada teoria. Estão a colocar objecções nessa teoria. Alguns até propõem teorias diferentes par resolver os “defeitos” encontrados.
Podemos ainda observar que existe uma estrutura a suportar o ponto de interrogação, enquanto ele está ser construído. Como o ponto de interrogação representa as diferentes teorias filosóficas, a estrutura representa os argumentos utilizados para sustentar uma teoria. A aceitação de uma teoria como sendo verdadeira depende da qualidade da argumentação utilizada. Contudo, em Filosofia, não existe uma resposta completamente correcta, ao contrário das Ciências. Daí que a construção seja um ponto de interrogação pois, mesmo que exista uma boa estrutura de suporte, bons argumentos, não existe uma “verdade” irreversível. Existe sempre dúvida quando à veracidade da teoria.
Podemos ainda supor que a construção do ponto de interrogação nunca irá acabar porque a estrutura de suporte jamais poderá ser removida. Iremos sempre debater a veracidade das teorias filosóficas (ponto de interrogação) e iremos sempre necessitar de argumentos (estrutura de suporte) para sustentar as teorias.
Este desenho está intimamente relacionado com o que a Filosofia é.

Ana Luísa Santos 10.ºA n.º5

Anónimo disse...

Esta imagem está no meu ponto de vista relacionada com a filosofia porque, no meio está um ponto de interrogação que representa obviamente as questões, a incógnita, o desconhecido, e depois estão pessoas a tentar alcançá-los estes no meu ponto de vista filosofos, embora este esteja vedado dentro de uma jaula..
Bem esta imagem relaciona-se com a filosofia porque a filosofia é sinónimo de conhecimento inalcançável, e é o que esta imagem nos sugere, que os filosofos não conseguem alcançar a filosofia por mais que se esforcem e por mais que na vedação subam. O ponto de interrogação são as questões às quais os filosofos(pessoas na imagem) não conseguem aceder, porque por mais que se esforcem há sempre uma entrave e um obstáculo ao seu caminho.
E isto é filosofia em que todos somos ignorantes perante um conhecimento tão vasto.

Hugo Teixeira 10ºD nº7

leonel disse...

A imagem diz-nos as diferentes maneiras dos filósofos pensarem. O ponto de interrogação representa a dúvida, todas as incertezas existentes. Podemos também entender que o ponto de interrogação é um problema universal e à sua volta estão os filósofos a tentar arranjar teorias para o resolver.

Leonel Sousa, nº16, 10ºD

Anónimo disse...

*A corregir na minha resposta (Hugo Teixeira 10ºD nº7)

Esta imagem está no meu ponto de vista relacionada com a filosofia porque, no meio está um ponto de interrogação que representa obviamente as questões, a incógnita, o desconhecido, e depois estão pessoas a tentar alcançá-los estes no meu ponto de vista filósofos, embora este (ponto de interrogação) esteja vedado dentro de uma jaula..
Bem esta imagem relaciona-se com a filosofia porque a filosofia é sinónimo de conhecimento inalcançável, e é o que esta imagem nos sugere, que os filósofos não conseguem alcançar a filosofia por mais que se esforcem e por mais que na vedação subam. O ponto de interrogação são as questões às quais os filósofos (pessoas na imagem) não conseguem aceder, porque por mais que se esforcem há sempre uma entrave e um obstáculo ao seu caminho, neste caso a jaula que nunca deixa os filósofos penetrar por mais que se esforcem e por mais tempo que nela gastem, uma vida inteira e o conhecimento vai continual inalcansável. Esta imagem sugere-nos também que o conhecimento é muito mais vasto do que nós algum dia poderemos conhecer e possuir daí a diferença de escalas do ponto de interrogação para as pessoas que é muito grande e só não é maior porque a imagem não o possibilita.
E isto é a filosofia em que todos somos ignorantes perante um conhecimento tão vasto

Anónimo disse...

Esta foto pode relaciona-se com a filosofia,uma vez que esta questiona tudo e quer sempre encontrar razão obvia para algo ser como é. E nesta fotografia conseguimos ver ao longo do grande ponto de interrogação que as pessoas tão dispostas por "níveis", o que eu acho q podera significar que conforme vamos chegando a certas conclusões acerca de um problema estamos cada vez mais próximos da solução,por essa razão q as pessoas estão posicionadas em partes diferentes, e sera também por essa razão q o ponto de interrogação esta "preso" o que podera significar que é lá q se encontra a "resposta ou solução" do nosso problema.

Ana Nunes 10ºA Nº3

Anónimo disse...

Este desenho mostra-nos um ponto de interrogação selado por uns ferros e pessoas que observam: umas mais de perto e outras de longe. Do meu ponto de vista este desenho pode estar ligado à Filosofia, basta pensarmos que: O ? representa as questões que a filosofia levanta; os ferros representa a barreira que a filosofia levanta pois temos receio de questionar coisas que damos como certas ; as pessoas que observam de perto o ? são filosofos e pessoas que praticam a filosofisa; as pessoas que estão mais afastadas do ? são pessoas apaticas e com atitudes dogmáticas.


Ana Rafaela 10ºC Nº2

Anónimo disse...

Esta imagem para mim é bastante interessante e ao mesmo tempo posso dizer mil e uma coisas como não dizer nada é um "mistério"!
A imagem diz nos um pouco daquilo que é a filosofia, o ponto de interrogação leva-nos a penssar no porque das coisas,a filosofia baseia-se em problemas e argumentos que justificam as teorias e estas podem ser verdadeiras ou falsas, ou seja a filosofia é a interrogação das coisas, o porquê das coisas, só o penssamento ou seja a discussão critíca nos leva a obter alguma resposta. Esta imagem demonstra um pouco a autonomia as pessoas apresentam se todas sozinhas, também a universalidade pois faz-nos penssar que todos eles são diferentes.
Está imagem é característica ao ser humano, ou seja é distinta, apenas os seres humanos interrogam o porque das coisas e questionam se a si mesmo e aquilo que os rodeia, um ser não humano nunca iria questionar por exemplo o motivo pelo qual está aqui?!. Ao mesmo tempo que está determinado nós questionarmos o porque das coisas,(porque é que eu estou a responder a está pergunta? )também temos livre-arbitrio, ou seja podemos responder ou não. O edificio onde está o ponto de interrogação diz me que tudo tem um inicio e tem a sua estrutura passo a passo até ao topo, ou seja tem de existir boms argumentos para sustentar as teorias, se não o problema nunca será resolvido.
As pessoas têm qualidades e muitas delas são valorizadas por isso, os homens que estão mais alto foram aqueles que tiveram mais valor, foram mais valorizados e os que estão cá em baixo ainda se estão a interrogar. Está imagem para mim poderá dar que falar de muitos temas relacionados com a filosofia. Gostaria de ver os resultados rápidamente stor, estou curiosa, e também a resposta do stor!

Anónimo disse...

A figura mostra-nos um grande ponto de interrogação com diversas pessoas à volta, cada uma com uma postura diferente face à questão. O que será que isto tem a ver com a filosofia? Então, como sabemos, na filosofia, pomos em causa tudo, até o que está dado como verdade inquestionável e cada um gira à volta dessas questões de uma maneira diferente, com uma perspectiva diferente e com uma solução diferente. Os "andaimes" (no meu ponto de vista) representam que é preciso bons argumentos e boas razões para justificar cada resposta nossa à questão em causa. Se repararmos, as pessoas estão em cima desses tais "andaimes", e se lhos tirássemos elas caíam, assim como se tirarmos os argumentos que defendem uma teoria, a um problema filosófico, a nossa teoria não é plausível e "cai". Por fim, quanto às pessoas, umas parecem-me apreensivas, outras pensativas e outras até cansadas, talvez de pensar, o que indica que na filosofia temos que ter paciência e tentar progredir sempre no nosso raciocínio para conseguirmos resolver os problemas e neste caso a Quaestio.

DANIELA Nº8 10ºC

Anónimo disse...

na minha opinião a relação entre o desenho e a filosofia é que existem muitas prespectivas de um problema, para resolver deveram existir teorias(diferentes formas)

Tiago Santos 10ºD

Júlio Reis disse...

Esta figura está relacionada com as várias perspectivas que uma/varias pessoa(s) podem ter acerca de um assunto porque as pessoas são diferentes, pensam de maneiras diferentes e consequentemente chegam a conclusões diferentes. Esta figura a meu ver é apoiada pelo Libertismo porque mostra que as pessoas podem decidir por elas próprias e nada as determinada a chegar a tal conclusão. Esta figura relaciona-se particularmente com a filosofia porque tal como filosofia os vários pontos de vista sobre um assunto podem estar correctos desde que haja argumentos válidos para tal.